Regina Ripamonti

Atualidades e Meio Ambiente

O Brasil não precisa de rodeios

Os brasileiros precisam de eventos culturais dignos e que valorizem as verdadeiras tradições do nosso povo

  jun 29, 2015     00:22
O Brasil não precisa de rodeios
Após vencer uma guerra contra o México no século XVII, os colonos norte-americanos passaram a adotar costumes de origem espanhola. Entre esses costumes estavam as festas mexicanas e de doma. Em 1869, a cidade de Colorado sediou a primeira prova de montarias em sela e de laço. A partir do início do século XIX, o rodeio já servia para entreter o público em celebrações na região oeste dos EUA, logo passando a ser um evento competitivo.

O "rodeio" só chegou ao Brasil em 1947, com a realização de uma quermesse na praça central da cidade de Barretos em São Paulo, organizada pela prefeitura municipal. O evento foi realizado, nos moldes dos eventos norte-americanos, dentro de um cercado com arquibancadas. Oficialmente, a 1ª Festa do Peão de Boiadeiro de Barretos, ocorreu em 1956, organizada por pessoas ligadas a agropecuária local, com o objetivo de arrecadar fundos.

Portanto, rodeio tradicionalmente não tem raízes no Brasil e é muito recente em nossa sociedade. Além disso, esses eventos costumam atrair um grande público, obviamente não pela exploração animal, mas sim por causa das inúmeras outras atrações que se agregam a ele e principalmente pela falta de opções culturais a que se submetem a grande totalidade dos municípios onde ocorrem esses eventos.

Nesse link, você terá oportunidade de dizer um NÃO a um Projeto de Lei, que quer proteger o rodeio e não as suas vítimas, os animais. Ajude compartilhando com pessoas conscientes como você!

Saiba mais:
Preparação, Instrumentos de Tortura, Laudos, Pareceres e Estudos sobre Rodeios e atividades afins
Parecer Técnico sobre Rodeios e Vaquejadas
Direitos dos Animais Não-Humanos
Direito Animal
Projeto de Lei N.º 3.566-B, de 2008




Autor

Regina Ripamonti

Formada em Biologia e Pedagogia e com mais de 25 anos de atuação na área de Educação, Regina Ripamonti usará seu espírito investigativo e crítico para trazer assuntos de interesse veterinário e de educação ambiental, na busca de redefinição das relações do ser humano com o meio ambiente e a reafirmação de sua interdependência.

Relacionados

Comentários

  1. visitante

    Maria     julho 01, 2015    04:07

    Responder

    Rodeio é crueldade humana, contra animais indefesos. O ser "humano" é cruel ,insano, e quer mostrar quem que ele que manda no planeta , mesmo que para isso venha sacrificar animais indefesos e, ridiculamente se sentem os maiores. Essa covardia tem que acabar.

    1. Regina     julho 08, 2015    20:17

      Maria, obrigada por comentar o post. Para que não ocorram mais rodeios, por favor ajude a divulgar o LINK com a pesquisa para o projeto de lei citado no texto. Temos que dizer NÃO!!!

      visitante
  2. visitante

    Elaine     julho 01, 2015    03:12

    Responder

    Não ao rodeio !!!!!

    1. Regina     julho 08, 2015    20:18

      Elaine, obrigada por comentar o post. Para que não ocorram mais rodeios, por favor ajude a divulgar o LINK com a pesquisa para o projeto de lei citado no texto. Temos que dizer NÃO!!!

      visitante

Deixe seu comentário

 


  Respondendo ...