Marcelo Silva Sader

Produção Científica

Estudo compara protocolos de superovulação de vacas zebuínas

Protocolo split tem pior resposta superovulatória e de produção in vivo de embriões, em vacas zebuínas, quando comparado ao protocolo convencional.

  fev 16, 2015     23:01
As descobertas recentes ocorridas em relação aos aspectos da fisiologia da reprodução em bovinos aumentaram as expectativas e possibilidades sobre a capacidade de contribuição das fêmeas no melhoramento genético da espécie. Com esses conhecimentos, novas biotecnologias tiveram sua utilização viabilizada na prática, tanto econômica quanto na forma de aplicação, e a transferência de embriões (TE) é uma dessas tecnologias.

Alguns estudos têm sido empregados para a utilização de protocolos simplificados (doses split), na tentativa de reduzir a manipulação e manejo das doadoras e permitir, mesmo assim, que haja uma adequada superestimulação do desenvolvimento folicular com pertinentes respostas superestimulatórias e produções embrionárias similares aos protocolos convencionais.

O estudo avaliou a superovulação (SOV) de vacas zebuínas, utilizando protocolo convencional ou protocolo com número menor de aplicações e similar dosagem (dose split).

Avaliou-se a resposta superovulatória pela contagem do número de folículos e CLs de cada ovário, com auxílio de ultrassom. Todas as variáveis foram submetidas ao teste T de Student para amostras pareadas. Houve

Conclui-se que o protocolo split tem pior resposta superovulatória e de produção in vivo de embriões, em vacas zebuínas, quando comparado ao protocolo convencional.

Fonte: Arq. Bras. Med. Vet. Zootec. vol.66 no.6 Belo Horizonte dez. 2014




Autor

Marcelo Silva Sader

Médico veterinário com especialização em análise de sistemas. Foi um dos precursores no desenvolvimento de sistemas para veterinários. Atualmente escreve para o NetVet News e trabalha em aplicativos e aplicações web para o mercado veterinário.

Comentários

Este post não possui nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Deixe seu comentário

 


  Respondendo ...