Marcelo Sader

Tecnologia Aplicada

Drones na observação de animais selvagens

O uso de drones e novas tecnologias para fins jornalísticos, estudo e apreciação do comportamento de animais selvagens

  fev 17, 2015     23:10
Drones na observação de animais selvagens
O site The Serengeti Lion, criado pela National Geographic, mostra o resultado do trabalho de cinco anos de planejamento e quase dois anos na captura de imagens com a ajuda de drones (veículos aéreos não tripulados), robôs e luzes infravermelhas. O trabalho também trata sobre a conservação dos grandes felinos e seu desaparecimento em quase 80% do território africano e da tentativa de diversas organizações, junto aos governos, de incluir o leão africano na lista de espécies em risco de extinção.

O robô foi equipado com câmera fabricada pela Robot Superdroid, empresa especializada em desarmar bombas remotamente e os drones receberam uma câmera Canon que fizeram as imagens aéreas. O fotógrafo Michael Nichols e o cinematógrafo Nathan Williamson se instalaram em uma Land Rover para poder capturar as imagens e controlar os robôs remotamente. Ao todo registraram 242 mil imagens e 200 horas de vídeo, dentro do ecossistema do Serengeti (ou Serengueti, do norte da Tanzânia ao sudoeste do Quênia).

Esse trabalho foi realizado com a menor interferência humana possível e favoreceu aos animais se mostrarem da maneira mais natural e menos invasiva que as registradas anteriormente. Inicialmente os leões estranharam a presença dos robôs e dos drones no ar, que eram controlados remotamente, mas após aproximadamente 6 visitas se acostumaram e passaram até mesmo a dormir na presença desses equipamentos. Para que não houvesse uma maior interferência a equipe utilizou também uma câmera com infravermelho para capturar imagens noturnas, período em que os leões são mais ativos e que costumam caçar.

Fonte: National Geographic




Autor

Marcelo Sader

Médico veterinário com especialização em análise de sistemas. Foi um dos precursores no desenvolvimento de sistemas para veterinários. Atualmente escreve para o NetVet News e trabalha em aplicativos e aplicações web para o mercado veterinário.

Comentários

Este post não possui nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Deixe seu comentário

 


  Respondendo ...