Marcelo Sader

Tecnologia Aplicada

Dispositivo permite encontrar cães perdidos através do celular

Batizado de TrackR, a solução inclui rede de usuários, aplicativo e dispositivo to tamanho de uma moeda

  abr 25, 2015     19:55
Dispositivo permite encontrar cães perdidos através do celular
Apresentado como uma maneira simples de encontrar pertences perdidos ou extraviados, Sitck TrackR poderá ser usado para encontrar animais de estimação perdidos.

O dispositivo é pequeno, do tamanho de uma moeda e funciona com uma bateria (CR1616) com vida útil de um ano. Um aplicativo instalado no celular, permite a comunicação entre o dispositivo e o smartphone. A principal função é localizar objetos perdidos ou extraviados, como celulares, chaves, carteiras ou controles remotos.

Uma pequena capa garante proteção contra umidade e permite a fixação na coleira de um cão. O funcionamento é simples. Quando o cão se afasta do tutor que carrega o celular, este recebe um sinal sonoro, indicando o afastamento.

É possível chamar a atenção das pessoas que estão próximas ao animal, ativando um sinal sonoro no dispositivo fixado no animal a partir do celular. Como a empresa oferece dispositivos com inscrição do tipo "Ligue para: (11) 9999-9999", é bem provável que o tutor receba uma ligação informando que o animal foi encontrado.

No primeiro momento não achei a ideia muito interessante pois a distância efetiva é de apenas 30 metros. Contudo, pode ser útil para treinar o cão a ficar sempre próximo de seu tutor. O sinal sonoro pode ser emitido no dispositivo, ou seja, na coleira do cão, quando este estiver a cerca de 1,6 metros do treinador. A associação do sinal como a ação de manter-se próximo ao treinador pode ser estabelecida em poucas semanas de treinamento.

A rede Crowd GPS do TrackR
Há ainda outra situação que a invenção pode ser útil. Frequentemente cães se perdem de seus tutores, saindo do campo de visão, e portanto, o dispositivo estaria fora do raio de ação do celular. O TrackR pode se comunicar com outro celular, de outra pessoa que esteja próxima ao cão, que por sua vez, enviaria a posição (latitude e longitude) para uma central. O tutor pode então saber a última posição de seu cão acessando a central.

Evidentemente que a eficiência dependerá do número de celulares com o aplicativo instalado. O TrackR está em fase de captação de recursos para financiamento do projeto. Os interessados podem fazer um pré-pedido, a partir de US$29,00. São oferecidos descontos progressivos dependendo da quantidade.

Estamos entrando definitivamente na era da placa de identificação digital. Acompanho iniciativas neste sentido desde a década de 80, quando os primeiros microchips que funcionam com radio-frequência (RFID) desembarcaram no Brasil. Agora, com tecnologia de redes sociais, internet das coisas e GPS, soluções deste tipo têm mais chances de se tornarem populares.

O site indica mais de um milhão de dólares captados. O mapa de usuários dos Estados Unidos mostra uma área de cobertura grande. Estou curioso para saber qual será a receptividade do brasileiro.

Para saber mais visite:
Site oficial TrackR




Autor

Marcelo Sader

Médico veterinário com especialização em análise de sistemas. Foi um dos precursores no desenvolvimento de sistemas para veterinários. Atualmente escreve para o NetVet News e trabalha em aplicativos e aplicações web para o mercado veterinário.

Comentários

  1. visitante

    silvia     abril 06, 2016    20:47

    Responder

    Gostaria de lhe apresentar nossa solução para animais perdidos. Tem a vantagem de ser pré gravada o que a diferencia dos produtos disponíveis atualmente no mercado. O QR code é personalizado pelo celular diretamente na placa pré gravada.

  2. visitante

    adilson     agosto 24, 2015    18:13

    Responder

    gostaria de um dispositivo Crowd GPS do TrackR... onde posso encontrar e qual e o valor quero estalar no meu cao que e fujao .. obrigado ..

    1. Marcelo     setembro 16, 2015    13:19

      Acesse o site oficial da empresa. Mas acredito que ainda não está disponível para venda. Boa sorte.

      visitante

Deixe seu comentário

 


  Respondendo ...