Marcelo Silva Sader

Produção Científica

Coleta de sêmen em onça pintada

Estudo analisa resultados da coleta de sêmem por eletroejaculação

  ago 20, 2015     01:47
A onça pintada (Panthera onca), o maior felino das Américas, encontra-se na lista de animais ameaçados de extinção da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN - International Union for Conservation of Nature), classificada como Near Threatened (NT), "Quase Ameaçada". Espécies nesta situação foram de fato avaliadas em função dos critérios, mas não se qualifica para "Criticamente em Perigo", "Em Perigo" ou "Vulnerável", mas é suscetível de ser classificada na categoria de ameaça num futuro próximo. A principal ameaça a este grande felino é a perda constante de habitat, associada à fragmentação das áreas onde estes animais vivem.

Segundo os autores, há um consenso de que a manutenção da diversidade genética na espécie é dependente da reprodução. Neste contexto, a aplicação de técnicas de reprodução assistida surge como importante ferramenta na conservação de espécies silvestres ameaçadas de extinção, na medida em que pode minimizar a perda da variabilidade genética através de programas de manejo reprodutivo.

Neste trabalho, publicado na Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science, Ronaldo Morato e seus colaboradores, avaliaram a técnica de colheita de sêmen em felinos aplicada à onça-pintada e caracterizaram o ejaculado destes animais.

Foram submetidas à eletroejaculação 10 onças-pintadas (Panthera onca), de origem desconhecida, mantidas na Fundação Parque Zoológico de São Paulo e Parque Zoológico Municipal "Quinzinho de Barros"- Sorocaba.

Apesar de terem observado elevado índice de anormalidade espermática, quando comparado a outros autores, o estudo concluiu que a técnica utilizada é bastante eficiente para a obtenção de ejaculados em onça pintada, devendo ser adotada rotineiramente nesta espécie, tanto para animais em cativeiro como para animais em vida livre.

A eletroejaculação foi realizada 54 vezes, obtendo-se ejaculado em 100% dos procedimentos. Em 11 (20,4%) ocasiões, os ejaculados não continham espermatozoides. O volume médio obtido foi de 7,42 ± 3,69 ml, com motilidade média de 62,6 ± 11,0% e vigor de 2,71 ± 0,52. A concentração espermática foi 6,20 ± 3,03x106 espermatozoides/ml, sendo que a porcentagem média de espermatozoides morfologicamente normais foi 46,7 ± 5,8%.

Veja a íntegra do trabalho:
Colheita e avaliação do sêmen em onça pintada (Panthera onca)




Autor

Marcelo Silva Sader

Médico veterinário com especialização em análise de sistemas. Foi um dos precursores no desenvolvimento de sistemas para veterinários. Atualmente escreve para o NetVet News e trabalha em aplicativos e aplicações web para o mercado veterinário.

Relacionados

Comentários

Este post não possui nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Deixe seu comentário

 


  Respondendo ...