Marcelo Silva Sader

NetVet News

Campanha busca reduzir a venda de medicamentos ilegais

Entidades e empresas se unem e criam a Campanha Antipirataria de Produtos Veterinários

  mar 12, 2015     22:54
A iniciativa partiu do SINDAN - Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Saúde Animal e conta com apoio do Conselho Federal de Medicina Veterinária - CFMV, Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil - CNA e Sociedade Rural Brasileira - SRB. No total, mais de 25 entidades apoiam o projeto.

Segundo as entidades que participam da campanha, o prejuízo com medicamentos piratas representa 15% do mercado, ou cerca de R$ 600 milhões. O impacto atinge não só o mercado de medicamentos para animais de produção, como bovinos, aves e suínos, mas também o setor de produtos para animais de companhia.

Como parte da campanha, foi criado um site, disponível em denuncieprodvetpirata.org.br, onde é possível verificar se determinado produto é registrado no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - MAPA, e denunciar um site, empresa ou revenda. Um alerta deixa claro: A denúncia é 100% anônima.

Ao acessar o site, nota-se que a importância atribuída ao setor produtivo é muito maior quando comparada ao setor de animais de companhia. A diferença é reflexo do mercado. Segundo dados do SINDAN, o faturamento relativo a produtos para ruminantes, aves e suínos, juntos, no ano de 2013, representaram mais de 83% do total.

A campanha foi lançada em setembro de 2014, durante a 37a Expointer, com grande repercussão na mídia. Outras ações da campanha, como a divulgação de vídeo e uma cartilha no formato "quadrinhos", visam educar pecuaristas, veterinários e proprietários de animais de companhia.

Cartilha

Em formato de quadrinhos, através do personagem "Inocêncio, o Fazendeiro", a cartilha conta como o protagonista é enganado por um "suposto" vendedor de produtos veterinários.

No desenrolar da trama, Inocêncio e outros fazendeiros começam a ver seus animais ficando doentes e só percebem que foram trapaceados quando vão até um veterinário. Clique para fazer o download da cartilha.

Vídeo

O vídeo segue o padrão daqueles que divulgam ações contra pirataria de filmes. Alarmista, de certa forma pesado, colocando compradores e vendedores de medicamentos ilegais como criminosos. O aplicador de vacina emite sons de armas de fogo. Vale tudo para sensibilizar os pecuaristas.




Autor

Marcelo Silva Sader

Médico veterinário com especialização em análise de sistemas. Foi um dos precursores no desenvolvimento de sistemas para veterinários. Atualmente escreve para o NetVet News e trabalha em aplicativos e aplicações web para o mercado veterinário.

Relacionados

Comentários

Este post não possui nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Deixe seu comentário

 


  Respondendo ...