Marcelo Silva Sader

NetVet News

AVMA alerta: Nos EUA 1 a cada 6 veterinários já consideraram o suicídio

A pesquisa foi realizada pelo Centers for Disease Control and Prevention (CDC), a agência de proteção da saúde dos EUA

  mar 29, 2015     14:19
AVMA alerta: Nos EUA 1 a cada 6 veterinários já consideraram o suicídio
Trata-se da primeira pesquisa sobre a saúde mental dos veterinários nos EUA. Os resultados mostram que eles são mais propensos a sofrer de transtornos psiquiátricos, depressão e ter pensamentos suicidas em comparação com a população adulta dos Estados Unidos.

Especificamente, estes dados sugerem que cerca de um em cada 10 médicos veterinários dos EUA podem apresentar sofrimento psíquico grave, e mais de um em cada seis poderiam ter pensado em suicídio desde a graduação.

O CDC publicou o estudo Prevalence of Risk Factors for Suicide Among Veterinarians - United States, 2014 em seu relatório Morbidity and Mortality Weekly Report (MMWR) - 15/02/2015.

Os resultados são fruto de uma pesquisa online anônima, disponibilizada para veterinários durante os meses de julho a outubro de 2014. O questionário perguntou aos entrevistados sobre suas experiências com depressão e comportamento suicida e incluiu questões padronizadas da escala Kessler-6 de sofrimento psíquico, que avalia a presença de doença mental grave. Os autores compararam os resultados com os valores nacionais (EUA) do CDC.

A maioria dos veterinários que participaram do estudo, cerca de 69%, trabalham com pequenos animais. Os dados que mais chamam a atenção nos resultados do inquérito, feito com base nas respostas de mais de 10.000 médicos veterinários, são relacionados ao suicídio: 14,4% dos homens e 19,1% das mulheres já consideraram o suicídio desde a graduação. Esta é três vezes a média nacional dos EUA; 1,1% dos homens e 1,4% das mulheres na profissão veterinária já tentaram o suicídio desde a escola veterinária.

Em relação ao último ponto, as taxas de tentativas de suicídio para os veterinários estão abaixo da média nacional, de 1,6% para os homens e 3,0% para as mulheres. Uma possibilidade sugerida pelos autores da pesquisa é que o acesso imediato pelos veterinários a drogas podem mais frequentemente resultar em tentativas de suicídio letais, deixando menos sobreviventes para responder à pesquisa. Nenhuma informação foi dada sobre as taxas de suicídio.

Para saber mais acesse:
Análise completa no relatório publicada no JAVMA News
Morbidity and Mortality Weekly Report (MMWR) - 15/02/2015




Autor

Marcelo Silva Sader

Médico veterinário com especialização em análise de sistemas. Foi um dos precursores no desenvolvimento de sistemas para veterinários. Atualmente escreve para o NetVet News e trabalha em aplicativos e aplicações web para o mercado veterinário.

Relacionados

Comentários

Este post não possui nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar.

Deixe seu comentário

 


  Respondendo ...